Modismos no Culto Pentecostal

novembro 23, 2007 at 10:50 pm 4 comentários

benny_hinn-india.jpg

Introdução 

Alguns líderes, infelizmente, não incentivam os crentes a freqüentar a Escola Dominical e a tomar parte nos cultos de ensino. Em decorrência disso, estão aparecendo expressões esquisitas em nosso meio como: “Segura a bola de fogo que Jeová vai mandar”, “Contempla o varão de branco com a espada na mão” e outras mais conhecidas: “Queima ele”, “Fica no mistério”, “Tá amarrado” etc. Em Romanos 12.1, Paulo ensina que o culto agradável a Deus é racional. Isto significa que, apesar de haver liberdade para a multiforme operação do Espírito Santo na vida dos salvos (1Co 12.6-7), o culto pentecostal não deve ter exageros ou modismos. Se deixarmos de fazer uso da razão, ignorando os princípios bíblicos, poderemos cair no erro de inventar práticas e atribui-las ao Espírito de Deus, mesmo que sejamos espirituais. Na verdade, o cristão deve evitar os dois extremos – o fanatismo e o formalismo. 

 O primeiro consiste na adoção de práticas exageradas e extrabíblicas, enquanto o segundo rejeita qualquer manifestação, sob o pretexto de não correr riscos.  Como evitar estes extremos? Pedro responde: “Crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”, 2 Pd 3.18. Quem quiser crescer só na graça, fatalmente se tornará um fanático. E quem buscar só o conhecimento não terá como escapar da frieza espiritual. Para crescer na graça, o caminho é sempre o mesmo: consagração a Deus através de oração e jejum, bem como uma vida de piedade e santificação.    Mas, para crescer em conhecimento é preciso estudar a Palavra e, principalmente, obedecer aos seus ensinamentos. Grandes movimentos pentecostais do início deste século se desviaram da vontade de Deus ou acabaram por falta de observância ao que a Bíblia ensina sobre a autêntica operação do Espírito Santo. Quando em uma igreja se dá pouca ou nenhuma ênfase à doutrina pentecostal, a possibilidade de surgirem expressões e manifestações estranhas é muito grande.  

Exageros  

Vivemos uma época de muitos modismos. Se fala em rir, rugir, cair, pular e dançar de poder. Tais procedimentos são defendidos, muitas vezes, por pessoas que dizem ter uma nova unção do Espírito. Esta, porém, não existe, visto que a unção do Espírito de Deus é uma só, como ensina o apóstolo João: “E vós tendes a unção do Santo, e sabeis tudo”, 1Jo 2.20. Nesse caso, interessar-se por manifestações estranhas, diferentes das apresentadas no NT, é se opor à legítima operação do Espírito Santo. Em 1 Coríntios 14, encontramos conselhos importantes quanto ao comportamento do cristão em um culto pentecostal. O primeiro está no versículo 20: “Irmãos, não sejais meninos no entendimento”. Menino, neste contexto, é aquela pessoa que não tem discernimento, que pode ser facilmente influenciada por doutrinas errôneas (Ef 4.14).  Segundo o autor da epístola aos Hebreus, somente pela observância à doutrina bíblica poderemos passar para o estágio de adulto (Hb 5.11-14). Outra orientação importante está no versículo 32: “E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas”. Há crentes que pensam que o Espírito Santo incorpora o profeta e suprime a sua personalidade no momento da profecia. Entretanto, no NT não encontramos nenhum servo de Deus profetizando fora de sua razão. E, nos tempos do AT, os profetas empregavam a expressão “Assim diz o Senhor”, em uma demonstração de que transmitiam conscientemente a mensagem do Senhor. Há pessoas que para profetizar precisam marchar, correr pelos corredores do templo ou encostar a sua testa na cabeça daquele que está recebendo a mensagem. Nada disso é necessário. A Bíblia se limita a dizer: “E falem dois ou três profetas, e os outros julguem”, 1Co 14.29.  Atitudes exibicionistas como cair ao chão, andar como quadrúpedes ou imitar sons de animais também excluem a razão e devem ser rejeitadas por aqueles que conhecem a genuína doutrina pentecostal.  

Finalmente, Paulo ensina, no versículo 40: “Mas, faça-se tudo decentemente e com ordem”. Se uma irmã cai ao chão em uma posição desfavorável, isto é decente? E o que dizer de um culto em que todos batem palmas ou pulam, como se estivessem em um show ou em um estádio de futebol? Não é pecado saltar em um momento de extrema alegria (At 3.8), mas transformar essa prática em uma regra é exagero. Irmãos, sejamos pentecostais, mas não nos esqueçamos da ordem, da decência e do equilíbrio. E jamais deixemos os verdadeiros elementos de um culto pentecostal: “Cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para a edificação”, 1Co 14.26. 

 Autor: Pr. Ciro Sanches Zibordi é pastor assembleiano, editor de obras nacionais da CPAD, articulista, conferencista e autor de diversas obras, entre elas: Erros que os pregadores devem evitar, Evangelhos que Paulo jamais pregaria e em breve será lançado o seu novo livro: “Mais erros que os pregadores devem evitar”– todos editados pela CPAD.

Entry filed under: Apologia. Tags: .

Antes e depois do batismo com Espírito Santo A mania angélica no meio evangélico

4 Comentários Add your own

  • 1. Dogma e religiosidade « SÉTIMO PORTAL  |  maio 31, 2008 às 3:12 am

    […] sido escolhidos por DEus para guiar o povo para terra prometida. será que esta autoridade é tão inquestionável,será que não há um ponto limite para o abuso da autoridade ? Acho que cada um pode responder […]

    Responder
  • 2. RICHARD SANDER GOMS DA SILVA  |  junho 25, 2008 às 4:35 pm

    MEU NOME E RICHARD SANDER GOMES DA SILVA

    GOSTARIA DE UMA RESPOSTA SUA DENTRO DA BIBLIA SAGRADA SOBRE O SEGUINTE PONTO QUE ME DEIXA COM MEDO

    A PERGUNTA É :

    EU CRESCI NA IGREJA DESDE BEBE SOU LIDER DE ADOLESCENTES, PREGO A BIBLIA SAGRADA, MAIS não ACEITEI A CRISTO COMO SALVADOR OU SEJA não CONFESSEI A JESUS COMO SALVADOR ENTAO A PERGUNTA SEREI SALVO OU NÃO? PRECISO OU não PRECISO ACEITAR A JESUS CRISTO COMO SALVADOR? POR FAVOR ME AJUDE POIS PRESCISO AJUDAR OUTROS TAMBEM

    OBRIGADO

    Responder
  • 3. filemom  |  julho 17, 2008 às 4:10 pm

    Querido Richard
    Se entendí bem o que vc escreveu, a personagem daquela história tem um vida com Cristo, desde criança, porém não fez aquela “confissão padrão” de ir lá na frente, naquele culto dominical, após aquele apelo eloquente.
    Vejamos, à luz da palavra de Deus em Romanos 10:9-10 ” A saber: Se com la tua boca confessaers ao /Senhor Jesus e em teu coração crerees que Deus o ressuscitou dos mortos,será salvo. Visto que com o coração se crê pra justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação” Este texto é usado por nós evangelicos para estimular a confissão publica na hora do culto, porém é apenas parte da liturgia, pois no versículo 8 do mesmo capítulo está escrito: “Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos”, o seja a resposta da verdadeira confissão de Cristo como SEnhor de nossas vidas está em uma caminhada piedosa e obediente com a palavra reverberando dentro de nós, na nossa linguagem cotidiana e num coração realmente transformado e não apenas etiquetado com a marca ‘JESUS TE AMA”, também no mesmo livro de Romanos, no capítulo 5, versículo 1 ” sendo pois justificados pela fé, temos paz com De4uis, por nosso Senhor Jesus cristo; pelo qual temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.
    Querido eu acho legal a igreja fazer o “apelo”, mas entendo que muitas vezes ela se utiliza desta liturgia de forma tão forte que a transforma em um sofisma que afeta algumas pessoas, gerando inclusive desconfiança com relação à salvação pessoal. Não é a caminhada do banco até o púlpito da igreja que nos torna co-herdeiros com Cristo, mas a justificação pela fé Nele.
    Espero ter sido útil…
    Em Cristo,
    ]

    Responder
  • 4. Victor Leonardo  |  setembro 7, 2008 às 4:37 pm

    Querido Richard, a confissão pode ser feita em outras ocasiões, ou seja, não precisa confessar que Cristo é o Senhor da sua vida na hora do apelo, a confissão pode ser feita perante seus amigos, sua família, seus pastores, enfim..o importante É QUE VOCÊ TENHA REALMENTE CRIDO NA MENSAGEM do EVANGELHO E DADO TESTEMUNHO DE VIDA DA SUA CRENÇA, TANTO POR PALAVRAS QUANTO POR ATOS. Se Alguém lhe perguntas se é cristão, se você tem um compromisso real com Cristo e se você tiver realmente ese compromisso, é só dizer sem medo: Sim, Jesus é o Senhor da Minha Vida!

    Abraços e que Deus os abençoe!!

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

novembro 2007
S T Q Q S S D
    dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: