Doutrina, usos e costumes

novembro 28, 2007 at 10:50 pm 17 comentários

iranianas.jpg

Os usos e costumes é uma velha questão nos círculos pentecostais. Os usos e costumes fazem parte de todas as instituições e sociedades. Todas as igrejas têm as suas tradições, impostas ou espontâneas. Por muito tempo se confundiu costumes com doutrina, mas há diferenças significativas entre esses conceitos.
O que é costume? O lexicógrafo Aurélio Buarque de Holanda definiu costume como “uso, hábito ou prática geralmente observada”1, o dicionarista Adriano da Gama Cury definiu, de maneira mais completa a palavra costume, como “uso, prática habitual; modo de proceder; característica, particularidade; prática jurídica ou religiosa não escrita, baseada no uso; moda; traje característico ou adequado…”2 Essas definições mostram que o costume é um hábito repedidamente adotado por um determinado grupo social. Os costumes fazem parte da identidade de uma instituição.
O que é doutrina? No Novo Testamento, a palavra mais usada para doutrina é didache e significa ensino, instrução, tratado e doutrina. Segundo o teólogo Claudionor Corrêa de Andrade, doutrina é a “exposição sistemática e lógica das verdades extraídas da Bíblia, visando o aperfeiçoamento espiritual do crente”³. Doutrina, portanto, é o resultado do um ensino teológico, adotado por uma denominação ou religião.
O pastor Antonio Gilberto, M.D., apresentou em seu livro Manual da Escola Dominical4, algumas diferenças entre usos e costumes, e nesse artigo será apresentada outras diferenças, além da lista exposta pelo grande teólogo pentecostal.

a) A doutrina é de origem divina, o costume é de origem humana.
A doutrina é divina pois está baseada na inspirada Palavra de Deus. Para um idéia ser doutrina bíblica, é preciso que ela esteja exposta por todo o texto sagrado. Nunca uma verdadeira doutrina é baseada em textos isolados.
O costume é imposto por convenções humanas de maneira espontânea ou obrigatória, sendo assim, o costume é humano. Há muitos que tentam achar textos bíblicos para justificar a perpetuação de sua tradição, mas normalmente praticam a eisegese5, ou seja, dizem o que bem quer e tentam justificar na Bíblia. O teólogo Esdras Costa Bentho, escrevendo sobre a eisegese, disse:

O intérprete está cônscio de que a interpretação por ele asseverada não está condizente com o texto, ou então está inconsciente quanto aos objetivos do autor ou do propósito da obra. Entretanto, voluntária ou involuntariamente, manipula o texto a fim de que sua loquacidade possa ser aceita como princípio escriturístico. 6

Tentar justificar na Bíblia as tradições, é uma tarefa que tem levado a muitas distorções bíblicas. O melhor é reconhece-la com humana.
b) A doutrina é imutável, o costume muda.
A doutrina é permanente, ela nunca muda. A doutrina da justificação pela fé, exposta principalmente nos primeiros capítulos de Romanos, nunca mudou e nem deve ser mudada. Doutrina(bíblica) mudada é heresia. Quando Lutero resgatou a doutrina da justificação pela fé, ele orientou a igreja a voltar na perspectiva bíblica sobre o assunto. São passados mas de dois mil anos e essa doutrina nunca mudou no verdadeiro cristianismo.
O costume não é imutável. No Brasil era comum os cidadãos andarem pelas ruas de chapéus, tanto homens como mulheres, passados anos, não há mais essa costume no país. Antigamente, os pais escolhiam com quem a sua filha casaria, esse costume também mudou. É necessário que o costume mude, pois o ele está ligado a cultura local, e toda cultura é dinâmica. Mudar alguns costumes não significa passar do são para o diabólico, como muito pregam. A mudança é inevitável e deve ser bem orientada, mas, como enfatizado, é sempre necessária. É bem relevante o que o teólogo britânico John Stott, escreveu no seu livro Cristianismo Equilibrado7:


Quando resistimos a mudanças- sejam elas na igreja ou na sociedade devemos perguntar-nos se são na realidade, as Escrituras que estamos defendendo(como é nosso costume insistir ardorosamente) ou, se ao contrário, é alguma tradição apreciada pelos anciãos eclesiásticos ou de nossa heranças cultural. Isto não quer dizer que todas as tradições, simplesmente por serem tradicionais, devam a qualquer custo ser lançadas fora. Iconoclasmo sem crítica é tão estúpido quanto conservantismo sem crítica, e é algumas vezes mais perigoso. O que estou enfatizando é que nenhuma tradição pode ser investida com uma espécie de imunidade diplomática à examinação. Nenhum privilégio especial pode ser-lhe reivindicado.

Algumas igrejas estão impondo mudança de costumes, isso é um erro, que sempre levará a exageros. Os costumes mudam naturalmente, mas devem seguir orientação para não levar a práticas anti-bíblicas. As igrejas sem orientação pastoral tem aderido a costumes extravagantes, como bailes fanks em meio ao culto. Tudo deve ser feito com equilíbrio, nada de permissividade e nem de legalismo.

c) A doutrina é universal, o costume é local.
A doutrina é universal no sentido que é para todos os povos em todas as culturas. Proclamar que Jesus é o salvador , faz sentido no Brasil em 2007, como para os indianos que foram evangelizados pelo apóstolo Tomé, o primeiro missionário daquela nação, ainda no primeiro século da Era Cristã.
O costume é local. Os homens na Escócia, usam um tipo masculino de saia; no Siri Lanka, é também costume as saias para homens. Saia na maior parte do Ocidente é roupa exclusivamente feminina. No Brasil é comum comer peixe cozido ou frito, no Japão se come peixe-cru.

d) A doutrina santifica, o costume não santifica.
A doutrina bíblica santifica o crente, mediante a Palavra de Deus. Jesus disse; “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade”(Jo 17.17). O ensino da Palavra de Deus, ou seja, das doutrinas bíblicas, é um dos meios que Deus usa para levar o crente a uma vida reta, assim como escreveu o salmista: “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra”(Sl 119.9). John Henry Jowett disse: “Você não pode abandonar os grandes temas doutrinários e ainda assim produzir grandes santos”, e o pastor A. W. Tozer escreveu: “O propósito que está por trás de toda doutrina é garantir a ação moral”. Por isso é bom lembrar que a doutrina bíblica produz, naturalmente, bons costumes.
O costume não pode santificar. Quem acredita na santificação por meio dos costumes, normalmente, é um escravo do legalismo. O pastor Antonio Gilberto escreveu a respeito do erros em relação a santificação , e citou o engano de associar exterioridade com santidade: “Usos, práticas e costumes. Esses últimos, quando bons, devem ser o efeito da santificação, e não a causa dela”.8 E bem relevante o que escreveu o pastor Ciro Zibordi no prefácio do livro Verdades Pentecostais:

Conservar não significa possuir uma falsa santidade, fazendo dos usos e costumes uma causa, e não um efeito. Como pode ser ao longo dessa obra , a observância da sã doutrina leva-nos a ter santidade interna e externa, o que implica vida santa a partir do espírito (1Ts 5.23) e manutenção dos bons costumes. Estes, pois, não devem gerar doutrinas, como vem acontecendo em algumas igrejas não legitimamente avivadas, para prejuízo de seus membros.9

O farisaísmo se caracterizava por associar sua obras a salvação de suas almas. Há muitos que fazem dos costumes doutrina e assim, pensam que para ser salvos precisam fazer isso ou aquilo. Como dizia Lutero: “As boas obras não fazem o homem bom; mas o homem bom, pratica as boas obras”. A inversão dessa ordem cria escravos do farisaísmo e não servos do Altíssimo.
e) A doutrina é um princípio, o costume é um preceito.
Há diferença entre princípio e preceito? Sim. O pastor José Gonçalves escreveu: “Os preceitos apontam para princípios e não o contrário. Um princípio é aquilo que está por trás do preceito ou norma”.10 Por exemplo, usar uma roupa social em um tribunal é uma norma, um preceito. O princípio ou doutrina por trás dessa norma, é que o tribunal é um lugar sério e não ambiente de entretenimento, para ir de jeans ou short.

f) A doutrina é verdade absoluta, o costume é uma verdade relativa.
A doutrina é sempre verdade absoluta, ou seja, é para todos, em todas as épocas e em todos os lugares. O costume é relativo, como lembra o pr. Geremias do Couto:

Ao insistirmos nos absolutos, não queremos afirmar que não haja também conceitos relativos. Essa diversidade se manifesta, por exemplo, nas comidas típicas de cada país, nos estilos da arquitetura, no estilo da vestimenta e até mesmo em relação à hora de dormir, que depende do fuso horário. Mas tais circunstâncias relativas acabam apontando para princípios biológicos absolutos; todos precisam alimentar-se, todos precisam dormir.11
O costume, por ser relativo, não deveria ser imposto como obrigação. Era comum missionários europeus tentarem impor os costumes do norte em países da Ásia e da América. Hoje, o conceito de transculturação, está ajudando muito em relação a esse problema.
Há muitas outras diferenças entre doutrina e costumes, mas fica apontado que ambas não são a mesma coisa, porém estão ligadas umas as outras. O bons costumes são aqueles que não escravizam o crente, colocando um jugo que Jesus tirou na cruz, mas sim, é resultado da boa doutrina.
Notas:

1- HOLANDA, Aurélio Buarque de. Mini-Aurélio Século XXI Escolar. 3 ed. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2000. p. 190.

2- KURY, Adriano da Gama. Minidicionário Gama Kury da Língua Portuguesa. 1 ed. São Paulo: FTD, 2001. p.265.

3- ANDRADE, Claudionor Corrêa de. Dicionário Teológico. 12 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2003, p. 128.

4- Publicado pela CPAD(Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

5- Prática de forjar o texto a fim de que justifique o pensamento próprio. Não confunda com exegese.

6- BENTHO, Esdras Costa. Hermenêutica Fácil e Descomplicada. 3 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. p. 69.

7- Publicado pela CPAD(Casa Publicadora das Assembléias de Deus).

8- GILBERTO, Antonio. Verdades Pentecostais. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006. p 142.

9- ZIBORDI, Ciro Sanches. Idem, pp 3,4.

10- GONÇALVES, José. Voto de Nazireado, prática judaizante que despreza a doutrina da graça. Resposta Fiel, Rio de Janeiro, Ano 4, n. 12, p. 26, Jun-Jul-Ago/2004.

11- COUTO, Geremias do. E agora, como viveremos? Lições Bíblicas, Rio de Janeiro, p. 39, 4. trimestre de 2005.

Autor: Gutierres Fernandes Siqueira, moderador desse site e professor de EBD. Leia o Blog Teologia Pentecostal (www.teologiapentecostal.blogspot.com)

Anúncios

Entry filed under: Modus Vivendi.

A mania angélica no meio evangélico Um novo modismo evangélico

17 Comentários Add your own

  • 1. DOUTRINA USO E CUSTUME PENTECOSTAL  |  fevereiro 27, 2008 às 8:36 pm

    GOSTEI MAIS PODIA SER MELHOR POIS TEM MUITA COISA TER QUE SER ESCRARECIDA COMO EX. COMO SER ERA O CRENTE DA ANTIGUIDADE TINHA ISSO COM ROUPA ESTRAVAGATE MI RESPONDA

    Responder
  • 2. Catarina  |  junho 10, 2008 às 11:31 pm

    HORRÍVEL

    não serviu pra NADA !

    Responder
  • 3. onorato  |  agosto 2, 2008 às 6:41 pm

    horrivel e voce , que com certeza nada mais faz efeito em sua vida , que Deus tenha misericordia de ti !!!

    Responder
  • 4. Pastor e Teologo  |  agosto 8, 2008 às 4:36 am

    Felicito o autor deste estudo.
    Simples, objetivo e construtivo !!!
    Os cristãos necessitam crescer mais no conhecimento, principalmente nesta area, para evitarem o fanatismo e o mesmismo!!!
    Mais uma vez, parabéns por esta materia.

    Shalon Adonai.

    Responder
  • 5. Claudemir Gonçalves Oliveira  |  setembro 12, 2008 às 10:21 pm

    Parabens!!!

    Aos queridos Pastores que escreveram esta tão importante matéria.

    Sou Pastor Evangèlico (Assembléia de Deus- Brás-SP) e tenho bravamente lutado, por tirar de nossas igrejas este jugo pesado, que o homem colocou sobre nosso povo, um jugo extremamente pesado, contrário ao jugo que Jesus disse que era leve e suave (Mt.11:30), e o pior, sem nenhum respaldo bíblíco.

    Gostaria muito que estes “doutrinadores”, provassem aos seus membros, “biblicamente falando” onde esta escrito que é “pecado”:

    A Mulher não usar calça cumprida (Dt 22:05 – Trata-se de homossexualismo)Um pouco antes de Moisés duas cidades haviam sido destruidas por causa do homosexualismo (Sodoma e Gomorra)e em meio ao povo de Israel havia também homossexuais que queriam se travestir.
    Jesus teria dificuldade para congregar na igreja destes doutrinadores pois Ele mesmo usava vestido (Lc. 23:34) Nos nossos dias a paises que usam saia como os escoceses por exemplo.

    O homem não usar barba ou bigode (A biblia diz que era vergonhoso “não ter” barba (II sm 10:05) E no novo testamento não existe um só versiculo que fala contra o uso ou não do bigode ou barba.

    A mulher não cortar o cabelo (I Co 11:15 – Diz que é “honroso” te-lo cumprido e não que é “pecado” corta-lo). Não confunda honra com pecado!!!

    Vamos acordar povo de Deus , não vamos cometer os mesmos erros que os antigos pastores fizeram no passado, que jogaram muita gente no inferno por não usarem “chapéu”(anos 50), por terem rádio em casa (anos 60), por terem televisão (anos 70) e etc…

    Que Deus tenha misericórdia daqueles que ainda insistem em pregar O QUE A BIBLIA NÃO DIZ.( Ap.22:18-19)

    PR. CLAUDEMIR OLIVEIRA
    (11) 4678-7830 – (11) 7237-9914

    Responder
  • 6. max willams  |  dezembro 27, 2008 às 9:02 pm

    meus amados irmão hj em dia a galera nao esta pregando mais biblia é sim dogma felismente estamos anunciano a verdadeira liberdade q ha no mundo evangelico sou menbro da [arautos de deus quebrando protocolo] q fica situado em pernanbuco aguas compridas alto da bondade

    Responder
  • 7. Mileyde  |  janeiro 10, 2009 às 7:04 pm

    Essa matéroa foi para mim de grande valia !!!

    Grata !!!

    Responder
  • 8. isaias(diacono)  |  janeiro 12, 2009 às 10:47 pm

    no q se diz respeito à usos e costumes,eu vejo infelizmente dois extremos,nao generalizando é claro(legalismo e liberalismo)e infelizmente poucos sabem ser equilibrados nesta área, como está escrito em tiago 1,25Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito.

    Responder
  • 9. Marcos  |  janeiro 19, 2009 às 9:15 pm

    Gostaria de fazer umas perguntas simples e objetiva.

    O espírito que age em vós no momento da transcrição deste artigo “doutrina, uso e costumes”, é porventura o mesmo, que vos reveste quando pregai o dízimo como obrigatório segundo o antigo testamento 3.10 Malaquias?

    De que forma Deus vos reveste aos explicar a “VERDADE” sobre a bíblia?

    Se é incorreto ensinar conforme Deut. 22.5, que nome poderiamos entitular a pregação do dízimo nas igrejas Assembléias de Deus?

    A graça seja convosco!

    Aguardo Resposta.

    Responder
  • 10. walquiria  |  janeiro 21, 2009 às 3:44 pm

    li esse texto e fiquei chocada!! a Assembleia era uma das igrejas mais serias que eu conhecia, no entanto, agora vive arrumando textos, comentarios pra justificar um erro, um não, varios, televisão, mulher de calça… sem comentar outras coisas, vcs sairam do certo, pra viver no mundo como todos os outros e vão levar milhares de fiéis pro inferno por causa de uma maldita televisão e de outros costumes do mundo, tenho pena de quem é dessa igreja, que era tao seria, e agora esta como as outras, o pior que nada que disserem vcs vao achar certo, nao precisa me insultar, nem me responder, espero que reflitam no que vcs estao fazendo da alma de milhares…e vcs pregaram tanto tempo a verdade e agora vcs mesmos acham que e mentira como disse o Pr. Claudemir oliveira, fiquei mais chocada ainda por ler isso de um pastor , tomara que DEUS tenha isericordia sim, da sua alma que prega o errado pra milhares

    Responder
  • 11. Cornelio Alves Dias  |  janeiro 21, 2009 às 6:16 pm

    Concordo com o comentário da Walquiria, e acredito que o comentário dela não vai ser autorizado pela moderação do blog, bem como o meu, como se segue.

    Sou ex-membro da Ass. de Deus, do Belenzinho, e hoje ainda me resta o cadastro do meu batismo nas águas em 1982, não tenho mais vinculo com a Igreja. Nasci de um casal de membros da Igreja Assembléia nos anos 60, amo esta Igreja até hoje, pena que não consigo aceitar a trágica mudança que houve nos ensinamentos, daquela época em que me batizei; em 1982, para os dias de hoje. Fui instruído espiritualmente nos ensinamentos que eram necessariamente aplicados para os novos candidatos ao batismo, e guardo até hoje aqueles ensinamentos. Este estudo acima publicado é bem típico dos ensinamentos aplicados hoje nas Igrejas, cujos lideres trocaram a ação divina do Espírito Santo pelas letras e conhecimentos teológicos, ou seja, perderam a visão espiritual e caíram da graça de Deus. Este é um reflexo da decadência espiritual dos pastores, com rara exceção de poucos, que perderam a visão espiritual e tentam justificar este fracasso, criando teses teológicas para justificarem tudo o que aprenderam, mas abandonaram com o passar do tempo, para satisfazerem seus próprios anseios ávidos por desfrutarem dos desejos pecaminosos da carne, que são oferecidos pelo mundo, nesta idade do homem contemporâneo. Meditem nestes textos Bíblicos!
    (Mateus 24:11) – E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. (Mateus 24:11) – E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. (Mateus 24:13) – Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. (Mateus 24:14) – E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mas lamentavelmente estas coisas têm que acontecer no meio da Igreja para dar cumprimento a Sagradas Escrituras, e hoje estamos experimentando na vida religiosa da Igreja de Cristo o cumprimento das palavras proféticas da Bíblia. Paulo escreveu a Timóteo, sobre este esfriamento na fé, que estamos presenciando na Igreja de Cristo, leia:
    (I Timóteo 4:1) – MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; (I Timóteo 4:2) – Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizado a sua própria consciência; mas é digno que aconteça estas reformulações nos ensinamentos, (II Tessalonicenses 2:2) – Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto; mas aqueles que forem fiéis as Sagradas Escrituras não dará ouvidos a estas vãs filosofias; (II Tessalonicenses 2:3) – Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, se contaminara.
    Os verdadeiros cristãos e fiéis a Sagradas Escrituras não obedecerão, (Apocalipse 22:11) – Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda; estes, não andarão segundo os conselhos dos ímpios e nem seguirão os falsos mestres, a escolha por andar conforme a verdade ou conforme a mentira é facultativa a cada um, e fica por conta do livre arbítrio de cada cristão optar pelo certo ou pelo errado (Deuteronômio 30:19) – Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,
    Para os meus caros irmãos que tem coragem de pregar heresias das quais que temos visto, resta o meu “sinto muito”, que Deus tenha pena da alma de vós; e dos que forem por vós enganados, (Apocalipse 22:15) – Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.
    (Apocalipse 22:14) – Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas; aos que não forem corrompidos por mensagens malignas como estas e outras que circulam pelos púlpitos da Igreja de Cristo na terra, serão alcançados por esta profecia: (Apocalipse 22:14) – Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas; estes herdarão os céus, (Apocalipse 22:12) – E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.
    Para finalizar, não tenho o propósito de julgar ninguém, nem ao menos condenar quem quer que seja, porque isto pertence a Deus, eu apenas quis expor meu ponto de vista com base nas Sagradas Escrituras, pode ser útil para alguns e opróbrio para outros; eu estou terminando a minha formação em Bel. em Teologia, e não acredito que a Universidade seja capaz de mudar a maneira fiel de se servir a Deus, porque quem deseja anda no erro não precisa de conhecimento teológico, o pecado é muito atrativo e está à disposição de todos, e hoje ele vem sendo disseminado através dos púlpitos. As ovelhas conhecem a voz do seu Pastor, mas os bodes, infelizmente coxeiam por caminhos errôneos, tudo isto é profético dos finais do tempo da Igreja de Cristo na terra.
    Aqueles que ainda desfrutaam de plena comunhão com o Espírito Santo jamais concordarão com esta; Doutrina, usos e costumes, e aceitarão ensinamentos com base nas teologias reformitas.
    Que Deus abençoe a todos nós na sua Santa Graça e Paz de Jesus Cristo na comunhão do Espírito Santo, Amém.

    Responder
  • 12. PASTOR WANDELEY  |  fevereiro 10, 2009 às 1:46 pm

    ESSES PASTORES TODOS PRECISAM SE CONVERTER, PORQUE PERDERAM A CONFIANÇA E A OBEDIÊNCIA DA PALAVRA REVELADA PELOS GRANDES HOMENS DE DEUS, SOBRE A SANTA DOUTRINA DE USOS COSTUMES E EU COMO HOMEM DE DEUS TENHO CERTEZA QUE AQUELES QUE NÃO ESTIVER OBEDECENDO ESTA DOUTRINA VERÃO A DEUS, PORQUE PARA MORAR NA CIDADE SANTA É NECESSÁRIO SANTIFICAÇÃO E A DIFERENÇA NO SEU MODO DE SE VESTIR, MULHERES E HOMENS. POVO DE DEUS FIQUEM ATENTO PORQUE OS FALSOS PROFETAS ESTÃO SOLTOS PRÁ DESTORCER A PALAVRA DE DEUS. ABRE OS OLHOS E VIGIA, E OBEDEÇA A DOUTRINA DE USOS COSTUMES PORQUE SEM ELA NÃO VEREMOS A DEUS. VAMOS LEVANTAR UM CLAMOR PEDINDO A DEUS QUE ESSES FALSOS ENSINO NÃO ENTREM EM NOSSAS VIDAS, PORQUE O NOSSO DEUS NÃO É AÇOQUEIRO DE QUERER SÓ O NOSSO CORAÇÃO. CUIDADO PASTORES DESSA TEOLOGIA QUE CONTAMINADOS MUITOS, VIGIA.

    Responder
  • 13. PASTOR WANDELEY  |  fevereiro 10, 2009 às 1:47 pm

    ESSES PASTORES TODOS PRECISAM SE CONVERTER, PORQUE PERDERAM A CONFIANÇA E A OBEDIÊNCIA DA PALAVRA REVELADA PELOS GRANDES HOMENS DE DEUS, SOBRE A SANTA DOUTRINA DE USOS COSTUMES E EU COMO HOMEM DE DEUS TENHO CERTEZA QUE AQUELES QUE NÃO ESTIVER OBEDECENDO ESTA DOUTRINA VERÃO A DEUS, PORQUE PARA MORAR NA CIDADE SANTA É NECESSÁRIO SANTIFICAÇÃO E A DIFERENÇA NO SEU MODO DE SE VESTIR, MULHERES E HOMENS. POVO DE DEUS FIQUEM ATENTO PORQUE OS FALSOS PROFETAS ESTÃO SOLTOS PRÁ DESTORCER A PALAVRA DE DEUS. ABRE OS OLHOS E VIGIA, E OBEDEÇA A DOUTRINA DE USOS COSTUMES PORQUE SEM ELA NÃO VEREMOS A DEUS. VAMOS LEVANTAR UM CLAMOR PEDINDO A DEUS QUE ESSES FALSOS ENSINO NÃO ENTREM EM NOSSAS VIDAS, PORQUE O NOSSO DEUS NÃO É AÇOQUEIRO DE QUERER SÓ O NOSSO CORAÇÃO. CUIDADO PASTORES DESSA TEOLOGIA QUE CONTAMINADOS MUITOS, VIGIA.ENTRE EM CAMPANHAS.

    Responder
  • 14. PASTOR WANDELEY  |  fevereiro 10, 2009 às 2:02 pm

    ESSES PASTORES TODOS PRECISAM SE CONVERTER, PORQUE PERDERAM A CONFIANÇA E A OBEDIÊNCIA DA PALAVRA REVELADA PELOS GRANDES HOMENS DE DEUS, SOBRE A SANTA DOUTRINA DE USOS COSTUMES E EU COMO HOMEM DE DEUS TENHO CERTEZA QUE AQUELES QUE NÃO ESTIVER OBEDECENDO ESTA DOUTRINA NÃO VERÃO A DEUS, PORQUE PARA MORAR NA CIDADE SANTA É NECESSÁRIO SANTIFICAÇÃO E A DIFERENÇA NO SEU MODO DE SE VESTIR, MULHERES E HOMENS. POVO DE DEUS FIQUEM ATENTO PORQUE OS FALSOS PROFETAS ESTÃO SOLTOS PRÁ DESTORCER A PALAVRA DE DEUS. ABRE OS OLHOS E VIGIA, E OBEDEÇA A DOUTRINA DE USOS COSTUMES PORQUE SEM ELA NÃO VEREMOS A DEUS. VAMOS LEVANTAR UM CLAMOR PEDINDO A DEUS QUE ESSES FALSOS ENSINO NÃO ENTREM EM NOSSAS VIDAS, PORQUE O NOSSO DEUS NÃO É AÇOQUEIRO DE QUERER SÓ O NOSSO CORAÇÃO. CUIDADO PASTORES DESSA TEOLOGIA QUE CONTAMINADOS MUITOS, VIGIA.ENTRE EM CAMPANHAS.CONCORDO COM COMENTÁRIO DA VALQUIRIA E O CORNELIO

    Responder
  • 15. EryCarlos  |  agosto 3, 2009 às 5:16 pm

    Parabéns aos irmãos que ainda preservam os bons costumes, pois era mister que viesse a apostasia, conforme II Ts 2. Será que somente agora o Espírito Santo revelou algo diferente à esses teólogos moderninhos? E os irmãos em Cristo que eram crentes e sofreram tantas perseguições por amor ao genuíno Evangelho, foi em vão? Será que não tinham a guia do Espírito Santo? Deus é o mesmo ontem, hoje e eternamente e o engraçado é que para esses homens amantes de si mesmo, acham dificuldade e desculpas para tudo, dizendo que o que Paulo escreveu era para aquela época, mas as bênçãos e a prosperidade servem para o dia de hoje. Fiquemos atentos e em constante oração irmãos, pois creio que ainda tem os sete mil que não se venderam ou se dobraram a Baal. “Não vos conformeis com este mundo ,mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito,para que possais discernir qual é a vontade de Deus,o que é bom,o que lhe agrada e o que é perfeito”.(Rm 12,2). O cristão que realmente está firmado na rocha não encontra nenhuma dificuldade de obedecer a Palavra do Senhor, ser modesto, ter vida santificada, não acompanhar o mundanismo e não se envergonhar de ser representante do Senhor Jesus. Tem uma vida totalmente diferente do mundo, pois o crente é o sal da terra e luz do mundo que resplandece diante dos homens, para que as boas obras sejam vistas e glorifiquem a Deus (Mt 5:13-14 -16).
    Em Gálatas 5:19-21 diz o que são obras da carne (e do mundo): “Prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”.
    Prostituição – imoralidade sexual; adultério, fornicação, homossexualidade, ter relações com pessoa divorciada.
    Impureza – proveniente de desejos sexuais, vida devassa, luxúria.
    Lascívia – ações indecentes, conduta vergonhosa, sensualidade.
    Idolatria – tudo aquilo que ocupa o lugar de Deus
    Feitiçarias – artes mágicas; I Sm. 15:23 = Rebelião = oposição a autoridade ou poder dominante
    Inimizades – que detesta e se opõe a outro, hostil.
    Porfias – contenda, disputa, discussão; comparada a idolatria – I Sm. 15:23
    Emulações – ciúmes, rivalidade invejosa ou contenciosa.
    Iras – paixão, raiva, fúria que ferve de forma imediata e logo se acalma outra vez. Ef. 4:26 – irai-vos e não pequeis
    Pelejas – ambição egoísta, discórdia.
    Dissensões – divisão, briga, divergência.
    Heresias – opinião doutrinária contrária à verdade religiosa
    Invejas – misto de pena e de raiva; sentimento de desgosto pela prosperidade ou alegria de outrem; desejo de possuir aquilo que os outros possuem; ciúme; emulação, cobiça.
    Homicídios – tirar a vida de alguém.
    Bebedices – inclui baderna, farra. Frase de David Wilkerson: “Santos que Bebem um Golinho” – um clamor contra a alarmante disseminação da bebida entre os cristãos
    Glutonarias – comer demais
    A bíblia diz que quem vive nestas coisas e em semelhantes a estas não herdarão o Reino de Deus. Não conformemos com o mundanismo nas igrejas e preservemos a doutrina de Cristo e os bons costumes. Costumes não geram doutrina, mas doutrina gera bons costumes.
    Vigiemos e oremos!

    Responder
  • 16. Robson Monteiro  |  agosto 6, 2009 às 4:24 am

    Parabéns por esta matéria.

    Pois temos visto e lido sobre muitos que teem procurado sua auto-justificação, achando que podem ser salvos por seus prórpios méritos e/ou obras e deste modo colocado sobre muitos o fardo de doutrinas de homens, como usos e costumes.
    aos adépitos às heresias de usos e costumes como forma de salvação, aí vai a seguinte pergunta:
    Se é tão importante o zelo excessivo com os usos e costumes, visando a “santificação”, por que será que para o arrebatamento, este corpo será transformado? Se fosse realmente doutrina para salvação, vcs não acham que deveriam subir como este corpo no qual vivem em “santidade”? O que acho é quem tem m uitos crentes apenas ‘vestidos’ como tal.

    O que tenho certeza é que:
    Deus é espírito e o homem é espírito, alma e corpo.E Deus sendo espírito se comunica com o homem no seu espírito recriado no ato de sua conversão.

    Que Deus venha tirar as escamas de seus olhos para que vcs busquem a verdadeira santificação no Senhor e voltem a depndência da graça de DEus para serem salvos.

    Robson Manaus (ex-tradicional, que usava calça comprida 24 horas por dia, achando que estava santo) mas na verdade não passava de um sepulcro caiado.

    A graça e a paz.

    Responder
  • 17. Luciano Martins  |  janeiro 25, 2010 às 5:51 am

    Paz do Senhor meus queridos irmãos:doutrina ou uso? é importante ressaltar que a ausência de um costume são dentro do contexto das assembléias de Deus do Brasil,tem sido uma das maiores marcas da apostasia dentro dessa denominação;o irmão observe que a medida as igrejas abandonam oque nos gaúchos(em partes)chamamos de doutrina,o número de batismos no Espírito Santo diminiu,o número de pecados grosseiros aumenta,a maçonaria se prolifera e a igreja esta cada vez mais parecida com as igrejas americanas,ou seja clubes sociais onde as pessoas vão lá para passar o tempo e buscar os interesses terrenos.
    Sabe irmãos.contra fatos não há teoria que possa!por única e exclusiva misericórdia de Deus,temos cruzado alguns estados brasileiros desenvolvendo o ministério itinerante e o número de denominações que pregamos já são algumas centenas,e posso lhe afirmar com toda a convicção,que quanto mais liberal a igreja,no que concerne a “usos e costumes”,mas dentro do pecado e da mentira elas vivem!Respeito a opinião dos sábios teólogos dos quais muito adimiro,mas na maioria das vezes esses tais que pregam contra a sã doutrina,antes da conveniencia com o mundo,a apostasia e o medo de perder membros para as igrejas neo-pentecostais e liberais,esses tais pregavam contra televisão,contra pinturas nas irmãs,contra futebol e contras tantas outras coisas mais..quer um exemplo?marco feliciano por exemplo cresci vendo ele pregar,tenho umas 20 mensagens dele em dvd,a sua maioria de 15,12 anos atrás,ele pregava direto sobre a doutrina bíblica e Deus usava ele tremendamente em milagres e batismo no Espirito Santo!e hoje lhes pergunto,quem é marcos feliciano?senão o maior profeta do mundanismo no brasil!e onde esta o poder?os sinais?a eloquencia poderosa?os batismos no Espírito Santo?veio aqui em Porto Alegre não tem muito tempo numa igreja de meninos que esta crescendo por causa dos milagres que acontecem pelo ministério do Pastor,comprei o dvd só para ver como estava o nosso irmão..totalmente morto!se se modernizar(mundanizar)fizesse bem porque esses pastores e pregadores quanto mais ficam liberais,mais gelados ficam?porque a mocidade que eu conheço muito bem das igrejas gaúchas,quanto mais mundana e sensual fica,menos Deus usa ela?porque quanto mais teatro,dança,futebol nas igrejas menos salvação de almas,menos poder?não precisa ir longe pega um dvd do maior termometro do movimento pentecostal do brasil,os Gideões Missionários,olha os dvds de 15,20 anos atrás..olha hoje..onde esta o poder que tinha antes?é notório!
    Meus irmãos fica ai a minha humilde colocação sobre a refutação da sã doutrina e o apoio de muitos as doutrinas liberais e mundanas.
    Acho pouco provável que os irmãos mantenham essas palavras no seu Blog,mas são palavras baseadas em uma vida de pouca teoria e muita prática.
    Luciano Martins-Porto Alegre-RS
    IPAD Ministério Restauração
    http://www.adrestauracao.com
    http://preletorlucianomartins.spaces.live.com

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

novembro 2007
S T Q Q S S D
    dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: