O Batismo no Espírito Santo

novembro 30, 2007 at 5:23 pm 6 comentários

espirito.jpg

O capítulo 2 de Atos registra a data da inauguração da igreja com sinais sobrenaturais que tem impressionado o gênero humano através dos séculos. A manifestação das línguas tem sido objeto de extensos debates. A experiência vivida pelos apóstolos, nessa ocasião, era fenômeno completamente novo. A igreja através dos século em experimentando essas experiências pentecostais.

Não há qualquer indicação no Novo Testamento de que a promessa do batismo no Espírito Santo seja algo meramente para o primeiro século, como defende expositores antipentecostais. A promessa é para “tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar”. Há registro de que ao longo da história do cristianismo cristãos falaram línguas. Irineu, Agostinho, Lutero, Wesley e muitos outros. Com avivamento do País de Gales, de Kansas e da rua Azuza, quase simultaneamente, o fenômeno das línguas voltou a ser algo generalizado, e não meramente uma raridade.

O assunto é fácil de Entender. Se a Igreja é a mesma, e Jesus é imutável, e se estamos na mesma Dispensação, não há porque essa promessa seja restrita ao primeiro século. O que falta é essa gente buscar mais Deus e pedir essa dádiva que Jesus garantiu que o tal não receberá espírito estranho(Lc.11:9-13).

A promessa do Espírito Santo diz respeito principalmente aos “últimos dias”, e não somente a era dos apóstolos. Além disso, Pedro ao citar o profeta Joel, substituiu a expressão “derramarei o meu Espírito” por “derramarei do meu Espírito”. Isso mostra que o Pentecostes foi o início da dispensação do Espírito Santo, e que a efusão do Espírito seria na sua plenitude nos “últimos dias”, os dias em que estamos vivendo.

Pr. Esequias Soares da Silva, linguísta, teólogo, mestre em Ciências da Religião e pastoreia a igreja Assembléia de Deus em Jundiaí-SP.

Anúncios

Entry filed under: Batismo no Espírito Santo.

A MALDIÇÃO HEREDITÁRIA À LUZ DA BÍBLIA Entrevista com Paulo Romeiro

6 Comentários Add your own

  • 1. Joabe  |  dezembro 3, 2007 às 10:29 pm

    Meu nome é JOabe e sou da Assembléia de Deus Bela Vista no ceará ,e Eu so queria seber onde tem registro historico veridico que Irineu, Agostinho, Lutero e Wesley falaram em linguas ?

    Responder
  • 2. pentecostalismo  |  dezembro 5, 2007 às 11:11 am

    Joabe, aqui é o Gutierres Siqueira, autor do Blog Teologia Pentecostal. Eu, também, sou moderador do site Pentecostalismo. Fiz esse site, pois no Blog Teologia Pentecostal eu publico somente os meus textos, já aqui no site PENTECOSTALISMO, eu publico textos de teólogos pentecostais ou que tratam sobre o pentecostalismo.
    Em relação a sua pergunta, há alguns registros históricos sobre os dons do Espírito Santo atuando na história da Igreja, algo que os cessacionistas radicais tentam negar.
    Irineu, que foi uma importante figura na patrística, escreveu, por volta do ano de 130dC: “Motivo, também, pelo qual aqueles que estão na verdade, os discípulos, receberam graça Dele, e fazem em seu nome milagres (…)Alguns fazem, certamente e verdadeiramente a expulsão de demônios (…) Outros tem presciência das coisas que virão; eles vêem visões e totais expressões proféticas. Outros ainda curam enfermidades pelo levantar das mãos sobre os enfermos”.
    Agostinho, que dispensa comentários, escreveu, no quarto século: “Em minha presença, sob os meus olhos, um comediante idoso de Curubis foi curado no batismo, não somente de paralisia, mas de hérnia também. (…) A plena atuação da Pessoa do Espírito Santo de Deus entre nós é o melhor recurso para a manifestação de curas e dos outros dons do Espírito. Apostatando de Deus substitui-se a fé pessoal, a verdade e o modelo das Escrituras por superstição”.
    Em relação a Lutero, o livro “História da Igreja Cristã” escrito por T. Souer em 1959, diz: “Martinho Lutero foi profeta, evangelista, falava em línguas e interpretava-as em uma pessoa. Era dotado de todos os dons da graça”.
    Em relação à Jonh Wesley, não tenho informações sobre a sua visão carismática. É certo afirmar que o metodismo influenciou fortemente o pentecostalismo.

    Responder
  • 3. junior  |  janeiro 29, 2008 às 7:50 pm

    Olá!

    Meu nome é Junior, sou um amante da Bíblia sagrada e além de deixar meus mais altos elogios a este site e à abordagem deste tema devo também questioná-lo sobre algo muito interessante. Alguns textos e manuscritos nos mostram que algumas culturas antigas já continham em seus rituais a chamada “glossolalia” e que atividades muito parecidas como o nosso “pentecostes” se vêem até hoje em religiões não cristãs. além disso se prega constantemente que o mais forte indício do batismo no (ou com ) o Espírito santo é o fenômeno de línguas e isso não é verdade, já que a função do batismo é a propagação do evangelho com poder (“dunamis” e não “exousia”).e o que me diz então da análise feita por cientistas norte-americanos que encontraram em gravações de “glossolalia” em reuniões evangélicas, mensagens satânicas e de conteúdo torpe?numa percentagem de 40%!!! o que poderíamos coletar de tudo isso sem perder a fé na verdadeira manifestação do espírito sem que tenhamos a “mão” do homem nisso?. Obrigado.

    Responder
  • 4. Pedro  |  agosto 8, 2008 às 4:29 am

    Para se afirmar algo é necessário embasamento e fundamento científico e teórico. Não é apenas citar um autor isoladamente para querer provar que algo é verdadeiro por um certo autor, em certo livro, em certo momento que se fez certa citação. O que prova a veracidade de um fato são os fundamentos e embasamentos científicos e teóricos de vários autores sobre o assunto em epígrafe. Isso sim é provar de maneira acadêmica e científica tal fato, fora disso é só especulação e senso comum e apenas “experiências” e o típico “sentir” do pentecostalismo que não resiste a um confronto histórico, exegético, hermenêutico e científico.

    Responder
  • 5. RAFAEL  |  fevereiro 13, 2009 às 3:01 pm

    oi nossa eu gostei muito d+ vlw vcs ai manda esse estudo para me ta

    Responder
  • 6. Valquim Felix da Silva  |  fevereiro 26, 2009 às 3:35 pm

    Amado Irmão, Gutirres

    Estou estudando sobre o batismo com Espírito Santo. A minha certeza como servo de DEUS sobre tal assunto, a palavra revela é suficientemente bastante para eu crer na atuação Dele(Espírito Santo)na minha vida. Mas, no entanto, porque há tantas controvésias? vejo que a partir do momento que aceitei Jesus cristo, o ungido de DEus na minha vida, creio eu que já recebi o Espírito Santo. Agora, preciso procurar me santificar, procurar caminhar para o Alvo em Cristo Jesus como o apóstolo Paulo diz:”…Não sou perfeito, mas caminho para a soberana vocação em Cristo Jesus, o SENHOR. Óbviamente como templo do Espírito Santo preciso ser usado por Ele para falar dos Boas Novas do Evangelho, isto é, evangelizar o mundo. Vejo, assim e esta e nossa função. E não estarmos querendo discubrir que é batizado ou não, si falamos em línguas estranhas ou não, si profetizamos ou não, si realizamos milagres ou não, etc. Quero Crer na Palavra de Deus já revelada pra nós e vivê-la. Pergunto a voce, a qual é a sua visão sobre o Batismo com Espírito Santo?

    Valquim

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

novembro 2007
S T Q Q S S D
    dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: